• Renata Tuccimei

O movimento do Branding

Hoje o termo branding tem sido cada vez mais visto, principalmente nas redes sociais, e muita gente ainda não entendeu direito como pode uma palavrinha tão nova contribuir tanto para o sucesso de um negócio. Vou te explicar


Vem da palavra BRAND que significa marca, mas ao contrário do que você já mentalizou aí, não se trata apenas de um logo bonito, cartões de visita e usar as mesmas cores em todo o escritório. Como o próprio nome sugere, branding (com o sufixo ING) indica continuidade e movimento, um trabalho constante e consistente para desenvolver a marca e consequentemente, o negócio.


Com a revolução tecnológica dos últimos anos, não é difícil encontrar concorrentes com produtos similares em termos de qualidade e preço; aliás, está cada vez mais fácil encontrar mercados saturados por conta do fácil acesso a processos e materiais primas. Além disso, a gente sabe bem que o tempo é escasso e a alta demanda de conteúdo tem conduzido o cliente a filtrar a avalanche de informações que recebe. E como ele filtra? por seus valores, crenças, para fazer parte de uma causa ou ideal.


Nesse momento, o branding é essencial, pois é ele quem define todas as diretrizes da sua marca, desde a identidade visual, posicionamento, processos e comunicação baseado em sua cultura, valores, objetivos e missão. Com esse planejamento, também é possível diversificar portifólio, definir diferenciais e criar um relacionamento íntimo com clientes que tem maior probabilidade de comprar seus produtos ou contratar seus serviços, com menor custo, menor gasto de tempo e menos esforço.


O branding tem uma estrutura de trabalho que precisa de tempo de construção, e seu processo tem ferramentas importantes para gerar resultados. Algumas empresas tem todo um cuidado com o marketing, com identidade visual e esquecem de estabelecer vínculos valiosos entre essas ações e as dores e desejos dos seus clientes. Isso acaba com a credibilidade da marca e faz com que seu público perceba superficialidade, e se distancie na primeira oportunidade mais "vantajosa" que seu concorrente propor. Então fica atento! O branding tem um ecossistema vivo com manutenção obrigatória, e quanto mais próximo da sua essência estiver a sua gestão de marca, mais natural, simples e fácil será esse processo.


A normatização do negócio através do branding também facilita ações dentro de outras áreas além do marketing, como a gestão de RH, o comercial e até o financeiro. Quando definimos como nosso negócio deve "pensar", "agir" e "reagir" todos os envolvidos tem claro como fazer o mesmo. Então seus colaboradores estarão cientes de como se comportar com clientes e fornecedores, as vendas respeitarão as metas certas, e os investimentos serão priorizados com menor chance de erro.


Quando o branding é bem feito, a conexão com o público-alvo é muito forte, criando relacionamento duradouro que traz muitos benefícios para o negócio. Aqui vão alguns:

  • Recompra

  • Fidelização do cliente

  • Aumento gradativo do alcance da marca

  • Clientes defendendo e promovendo a marca (os famosos embaixadores de marca)

  • Redução de reclamações com maior empatia do público

  • Autoridade e relevância dentro do mercado


Se você ainda não se convenceu que a nossa sociedade atual é diretamente impactada pelas marcas em qualquer que seja sua interação, você precisa dar uma olhada em volta e observar o seu restaurante preferido, a marca de calçados que você admira, o motivo de você preferir um refrigerante a outro, ou o que faz você admirar uma personalidade. Depois disso, se pergunta: o que eu tenho feito para me diferenciar no mercado? Afinal, para desenvolver uma gestão de branding eficiente, é preciso querer ser marcante!


Telefone: +55 81 99697 0789          oioi@tuccimei.com          Atuação em todo o território nacional